Como alcançar o liso PERFEITO e SAUDÁVEL? - De Sírius Cosméticos
29/09/2017

Como alcançar o liso PERFEITO e SAUDÁVEL?

Como alcançar o liso PERFEITO e SAUDÁVEL? 

Por Sabrina Rosa*

 Cabelos lisos, disciplinados e bem tratados continuam sendo a ambição de muitas mulheres brasileiras. Em busca desse visual, as clientes colocam a saúde em risco submetendo-se a alisamentos com substâncias nocivas à saúde, como o formol.

As exposições ao formol e glutaraldeídeos podem causar desde uma simples ardência, lacrimejamento dos olhos, falta de ar, tosse, dor de cabeça, coceira no nariz, boca amarga, dores de barriga, enjôos, vômitos, desmaios, anemia, anemia falciforme, leucopenia, leucemia, até o câncer nas vias aéreas superiores (nariz, faringe, laringe, traquéia e brônquios), levando em alguns casos à MORTE.

A febre das escovas progressivas, inteligentes, marroquinas, chocolate e tantas outras à base de formol, que invadem os salões de beleza estão com seus dias contados. Está cada vez mais difícil o profissional alegar o desconhecimento de estar utilizando um produto que em sua composição tenha FORMOL (formaldeído, formalina ou aldeído fórmico) ou GLUTARALDEÍDEO (glutaral) para fazer uma transformação capilar, ou seja, diminuir volume, suavizar os cachos ou alisar.

 É possível manter o cabelo com LISO PERFEITO e SAUDÁVEL? SIM! Existem produtos no mercado que promovem cabelos sem volume, frizz, com toque macio e LISO. A De Sírius oferece o K Liss, que foi desenvolvido para dar uma opção segura às mulheres que querem alisar ou disciplinar os cabelos. O produto é feito a partir da mistura da carbocisteína, conhecida por estimular a produção de colágeno, com oxoácidos e aminoácidos, resultando em um composto chamado oxoacetamidas ácidas.

 A De Sirius foi a primeira no mercado brasileiro a estabilizar o composto e sai na frente com o K Liss, autorizado a entrar no mercado pela Anvisa em agosto de 2010. 

 Entenda a diferença entre o K Liss e escovas progressivas à base de formol:

 O K Liss é a forma como age na estrutura do fio capilar em comparação com o formol. Em contato com a queratina dos cabelos, o formol reage quimicamente criando uma película que torna os fios impermeáveis. É como se os fios fossem plastificados, impedindo que eles tenham qualquer interação com o ambiente externo. Até mesmo as trocas com o couro cabeludo ficam comprometidas: os nutrientes encontrarão uma barreira ao tentar entrar nos fios tratados com o formol. Como consequência, os cabelos ficam ressecados e quebradiços. As raízes e o couro cabeludo também sofrem. “O formol impede que o cabelo distribua a oleosidade de forma uniforme, acumulando todo o óleo no couro cabeludo”, explica Sabrina Rosa, diretora industrial da De Sírius Cosméticos. “Isso irá atrapalhar a oxigenação na região, favorecendo o aparecimento de dermatites e a queda de cabelos”, alerta. 

 Quer saber mais sobre o K Liss? Clique aqui 

 

 

* Bióloga por formação e cosmetóloga por vocação. Possui especialização em vários segmentos da área química. Há mais de 18 anos está à frente da

 De Sírius Cosméticos como Presidente

 

 

POSTS RECENTES